PROGRAMA DA BOA VISÃO
Responsável: Prefeitura de Suzano
Comentários desativados em PROGRAMA DA BOA VISÃO

Um olhar saudável para crianças e idosos

A Prefeitura de Suzano, em São Paulo, retomou, em 2013, na gestão de Paulo Tokuzumi, uma ação muito especial para estudantes e idosos do município. O Programa da Boa Visão volta a realizar exames oftalmológicos gratuitamente para identificar problemas de visão nos alunos da rede pública e também em idosos.

Além de deficiências na visão, o programa é fundamental para diagnosticar problemas mais sérios, como glaucomas e catarata, e, atuando preventivamente, evitar o agravamento de doenças e mesmo a perda da visão. O Boa Visão também fornece os óculos com as lentes corretivas quando isso for necessário.

A prefeitura encontrou na estratégia de integrar diferentes ações e equipamentos públicos uma forma de otimizar os recursos e resultados.

O Boa Visão integra as Secretarias de Saúde, Educação e Assistência e Desenvolvimento Social, além da Diretoria de Ensino e Rede Sesi, e constitui uma política pública de saúde cujas intervenções podem definir o destino de muitas crianças.

Problemas de visão não diagnosticados, principalmente por famílias de baixa renda, com pouco acesso a serviços oftalmológicos, podem definir a qualidade do desempenho escolar. A escola é, portanto, um dos focos de atenção do programa.

E para os idosos, a utilização de óculos é sem dúvida um grande diferencial na qualidade de vida.

 

Acesso a serviços de saúde na sala de aula

O Boa Visão chega aos alunos da rede pública por meio da Operação Óculos Escolar, que leva às escolas uma equipe de profissionais da prefeitura para fazer os primeiros exames de vista.  Os alunos que apresentam problemas visuais são encaminhados para consultas oftalmológicas, onde poderão definir mais acuradamente qual a dimensão do problema.  A prefeitura disponibilizará os óculos. Em 2014, o programa atendeu a 1500 estudantes.

Profissionais das escolas, que funcionam como os articuladores locais, recebem um kit com toda a documentação e material gráfico para a execução do programa. Além dos documentos, as escolas recebem também os optotipos (teste da mãozinha), tabela de Snellen e a cartilha que explica as principais doenças visuais e cuidados necessários com a visão e dicas para identificar problemas.

Em 2013, o Programa da Boa Visão entregou 1.252 óculos. Na Operação Óculos Escolar, o programa identificou também 124 crianças com outros tipos de deficiência visual. Na rede municipal diagnosticou 90 crianças com estrabismo, cinco com retinopatia e uma menina de apenas três anos com catarata.  Na rede estadual, foram quinze casos de estrabismo, dois de retinopatia e dois de catarata. Na Rede Sesi, apenas um caso de estrabismo.

Em 2014 o programa amplia o seu público-alvo com a inclusão de pessoas com 60 anos ou mais. Na Operação Melhoridade, a Prefeitura de Suzano atente idosos com mais de 60 anos. Os idosos devem se inscrevem no programa para que possam ser encaminhados para oftalmologistas e também receberão seus óculos gratuitamente.

A prefeitura colocou no ar um site com as principais informações sobre o programa, com cronogramas e formas de acesso.

Esse ano, o programa prevê a testagem de mais de 21.500 alunos das três redes de ensino (municipal, estadual e Sesi) e a realização de 1.400 consultas médicas nos idosos acima de 60 anos.

Estarão envolvidas no programa 102 unidades escolares, sendo 83 da rede municipal, 15 estaduais e 4 do Sesi.