BOM PRATO
Responsável: Governo do Estado de São Paulo
Data de Implementação: 2000
Comentários desativados em BOM PRATO

Direito à uma refeição balanceada e de qualidade

A rede de restaurantes Bom Prato, que começou a ser implantada em 2000, é o maior programa de alimentação popular do Brasil e um enorme diferencial na vida da população de baixa renda do Estado de São Paulo. O programa, que oferece café da manhã e almoço subsidiados pelo governo, é a garantia de uma refeição balanceada e de qualidade, o que significa mais saúde e força para enfrentar a luta pela sobrevivência.Bom-Prato-2

Hoje a rede tem 49 unidades no Estado, sendo 22 localizadas na Capital, oito na Grande São Paulo, cinco no litoral e 14 no interior. A rede de restaurantes Bom Prato serve diariamente mais de 82 mil refeições. O almoço oferece arroz, feijão, carne, legumes, salada, farinha de mandioca, pão, fruta da época e suco, ao custo de apenas R$ 1,00. E crianças com menos de seis anos não pagam.

Cada unidade do programa serve, a partir das 11h, entre 1.200 a 2.000 refeições diariamente, segundo a região do estado.

Começar bem o dia

A revitalização das unidades iniciada em 2011 permitiu também a oferta de café da manhã, acesso a internet, através do Programa Acessa São Paulo, da Secretaria de Gestão Pública, e cursos de qualificação profissional na área de alimentos do Programa Via Rápida, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia.

A refeição matinal tem leite e achocolatado, café, pão com manteiga, requeijão ou frios e uma fruta da estação, ao preço de R$ 0,50. Em média são servidos 300 cafés por dia em cada unidade, a partir das 7h. É muito fácil imaginar a diferença que um bom café da manhã pode fazer no dia a dia de uma pessoa em situação de risco social.

Para a gestão das unidades, a Secretaria de Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social firma convênio com entidades da sociedade civil, sem fins lucrativos, que gerenciam diretamente os restaurantes. O Estado também pode firmar convênios com prefeituras que tiverem interesse em implantar o programa, fornecendo a infraestrutura para a instalação do restaurante e pagamento de subsídio para o custeio da refeição.

Buscando otimizar a utilização das unidades e criar oportunidades de aprendizado e qualificação para os usuários do Bom Prato, o governo do estado integrou os programas Acessa São Paulo e o Via Rápida, oferecendo inclusão digital e cursos de qualificação profissional nas dependências das unidades, de acordo com a suas possibilidades estruturais de cada uma.

Saiba mais sobre o programa em
http://www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br/portal.php/bomprato